TEMAS RELACIONADOS

LOCALIDADES RELACIONADAS

ARTISTAS RELACIONADOS

Cangaceiros

O cangaço foi uma forma de banditismo social, localizado historicamente no Nordeste brasileiro entre 1870 e 1940, caracterizado pela ação de grupos armados independentes, seguidores de uma liderança forte. O bandido social é um personagem ambíguo. Apesar de realizar atos cruéis, entre os quais se incluem pilhagens, roubos e assassinatos, não é considerado pela comunidade local um criminoso comum. Aparece como vítima das circunstâncias e como alvo de perseguição injusta por parte da polícia. É admirado pela coragem e valentia, e seus líderes ora aparecem engajados em atividades a favor dos mais pobres e necessitados, ora como defensores dos interesses econômicos dos mais ricos proprietários. Sua origem é atribuída à pobreza e à miséria, causadas por grandes períodos de seca e estiagem no Nordeste e ao decorrente aprofundamento das distâncias sociais. O mais famoso desses líderes foi Virgulino Pereira da Silva, conhecido como Lampião, o Rei do Cangaço, e por sua crueldade contra quem ousasse enfrentá-lo. Suas façanhas tornaram-se lendas, após sua morte, e alimentam o imaginário que se constrói em torno do poder do mais fraco.

OBRAS
  • Cangaceiro com espingarda no ombro
  • Cangaceiros
  • Cangaceiros
  • Chegada do cangaço
  • Lampião e Maria Bonita
  • Lampião e Maria Bonita com espingardas
  • Lampião Sereia
  • Maria Bonita e Virgulino Lampião
  • Matança
  • Cangaceiro

Páginas